domingo, 2 de dezembro de 2007

Passeio em Monforte 25/11/2007

Pois é amigos. Sabado de manhã lá fomos nós pela estrada fora, no nosso carro de apoio, em direcção a Coimbra. A viagem estava a correr muito bem até que eu e o Cenouras começamos a escutar um barulho estranho vindo da parte traseira do carro. Pensávamos que eram as colunas a mandar charuto com o nosso herói, Toni Carreira, mas constatamos que não. Eram mesmo..... Sandra e Lena. Amigos, até Coimbra.... Ai mãe...!!! Chegados a Coimbra encontramo-nos com o resto do grupo, em especial destaque com o nosso fabuloso, único e original.... TORPEDRO! O VERDADEIRO PANTANI DAS DESCIDAS! É TERRIVEL MESMO. Tivemos oportunidade também de conhecer uma verdadeira senhora de S grande. Mas de grande só mesmo o S porque não deve passar de metro e meio (lol)! Falo da Catarina. O que ela fez pela gente, agradecemos muito a ela. Claro que estou a escrever isto porque sei que ela vai ler e nunca sei quando irei precisar novamente da casa dela (lol)! Depois de um verdadeiro jantar de atleta, uns frangos acompanhados de umas belas castanhas, lá veio o dia da terrível e temível prova. Não fazíamos ideia do que nos esperava!!! Depois dos preparativos, e também da discussão entre Torpedro e Cenouras, como podem ver na foto, o Torpedro chegou á conclusão de que afinal não tem bike alguma. Ficou encantado com as duas maravilhas que eu e o Cenouras levava-mos! Depois da foto da praxe, lá fomos para a terrível partida. Não temos fotos da partida porque o nosso fotógrafo decidiu ficar na cama até mais tarde. Sim, estava frio. Apesar de um dos bravos estar de calções, estava muito frio......
A dureza da prova fez-se sentir logo de início, como se pode ver pela cara de esforço do Torpedro, e digo-vos, quando se fala de Torpedro, estamos a falar de um atleta muito bem preparado para este tipo de provas. Apanhamos uma subida que nos levou a umas antenas, terrível mesmo!......

A dureza era tanta que convenceu os guerreiros, de que, Quando não os consegues vencer.... Foi duro mesmo amigos. Há que pegar nas bikes e siga por ali acima, pois não podíamos parar para nada porque o tempo continuava a contar....

Chegados ao topo, aproveitamos para fazer uma bela de uma pausa para repor energias, e contar mais algumas das nossas aventuras e multas e coisas do tipo. Mas há que seguir em frente. Até que de repente reparámos.... Cenouras??? Onde está o Torpedro???...

Ele, aproveitou-se da nossa pequena distracção e começou a galgar terreno por ali fora. Por entre caminhos, estradas, estradões e coisas do tipo, uma coisa é certa.... Cenouras, ele consegui mesmo fugir.
Torpedro, conseguiu manter uma média de velocidade elevadíssima para o tipo de terreno. Nunca pensaríamos que ele fosse capaz de tal. Tudo bem que falamos de uma pessoa que rola milhares de kms por ano, preparações específicas para algumas provas, mas desde aí até nos deixar para tras, nunca se esperava por isso.
Eu e o Cenouras começamos a fazer planos para traçar uma verdadeira caça ao homem. Pois aquilo não se fazia. Nunca na vida eu e o Cenouras vimos semelhante amigos. Mas ele, Torpedro, sendo um mestre no disfarce, conseguiu passar despercebido por quantos os que passavam por ele e não nos sabiam dizer depois quem era essa tal pessoa que procuravamos....
Foi então que decidimos pôr á pratica todos os nossos conhecimentos de puro duro btt. Entre rios, riachos, pantanos, e coisas sem fim, eu e o Cenouras lá começámos a meter o nosso terrível ritmo para que não deixassemos o Torpedro ganhar grande distância!

Foi Terrível. Apesar de já termos pedalado por alguns dos terrenos mais inóspitos á face da terra, Agrela incluida, nunca pensavamos de que Almalaguês fosse assim tão duro! As velocidades eram enormes que por vezes punhamos em risco as nossas próprias vidas, sempre com uma coisa em mente.... APANHAR O TORPEDRO!!!

Até que o impensável aconteceu. Tivemos uma avaria. É verdade. E daquelas mesmo muito difíceis de resolver. Tive de por em pratica todos os meus conhecimentos de mecânica, e mesmo com a ajuda dos que viam passar os atletas, perdeu-se tempo valioso. Nada demais, se não fosse o Torpedro ir á frente, claro. E quando contavamos as pessoas o que ele tinha feito, ficavam incrédulas. Como era possível alguém deixar para tras, os próprios amigos, no meio de uma verdadeira selva.....


Até que eu disse ao Cenouras para ir sozinho, senão então é que nunca mais apanhavamos o safado do Torpedro. Lá foi o Cenouras na sua longa e solitária corrida, mas se já era muito difícil acompanhado, então sozinho nem se fala...


Mas Cenouras que é Cenouras, tem espírito de camaradagem e decidiu esperar por mim. Assim que cheguei perto dele começamos a rolar num ritmo frenético. A meta aproximava-se e não nos podíamos dar ao luxo de deixar aquele menino ficar com todos os louros. Todos sabemos que o motivo de tal coisa, era mostrar que afinal, aquela coisa laranja a que ele chama de bike, era capaz de fazer tal coisa.


O nosso esforço não foi em vão. No final de uma descida, lá estava Torpedro. Quando nos viu ficou admirado. Mas lá continuou no seu ritmo verdadeiramente infernal. Mas naquele momento, eu e o Cenouras, já estavamos a rolar de tal maneira, que no fim, quem nos viu, deu semelhanças á maneira da equipa do nosso José Azevedo rolar nos contra relógios. Foi diabólico. Mas mais diabólico foram as horas que perdi a escrever tudo isto. Amigos, que estejam a ler isto, tudo o que relatei atras, foi mentira. Foi um belo passeio sim. Muito, mas muito duro. Tendo já participado em alguns a algumas provas, tenho que assumir que foi duro, mas correu tudo muito bem. Foi um fim de semana excelente. Tivemos oportunidade de conhecer uma verdadeira amiga. A Catarina. Se um dia leres isto, não estamos na brincadeira quando o escrevemos. Catarina, um muito muito muito muito obrigado pelo que nos fizes-te no fim de semana. Foste excelente. E já sabes.....!!! Quanto aos heróis, ficamos por aqui com esta foto da nossa honrosa chegada no ÚLTIMO LUGAR . Foi uma prova de verdadeira camaradagem, deu para tudo. Tudo mesmo. Zé (Cenouras), Pedro (Torpedro) um GRANDE ABRAÇO para vocês e um grande bem haja!!!!! E VENHA LÁ A PRÓXIMA AMIGOS. O último lugar ninguém nos tira!!!

5 comentários:

Fernando disse...

Felizmente para vocês o Torpedro descansa muito pouco senão só o apanhavam na meta :)
Um abraço para vocês apesar de só conhecer o Torpedro.
Que nós chamamos por aqui como SCUD da night :) uiuiui.....


PS: Pedro,a ver se colocas fotos de sintra a ver se entusiasma os teus amigos

paulo disse...

Grande aventura que os nossos amigos tiveram!se não estivesse à vossa espera na meta e realmente verifica-se que foram sem duvida os ultimos, não iria acreditar.Mas o que interessa é participar,valeu pelo passeio e camaradagem.Ó frinxas vê lá se reunes as dadivas pra eu comprar uma bike para vos acompanhar.Abraço.

RUUULAAA TEAM disse...

Boas daqui da gerência do RUUULAAA TAEAM. Amigo Fernando, teremos imenso prazer em ir aí. Um dia. Fica prometido! E nós aqui temos pena tua, pelo facto de conheceres o mais artolas dos três!!! lol
Quanto ás dádivas para a bike do sr Paulo.... lol não comentamos... Amigos, notícias para breve

Fernando disse...

Por acaso,mas só por acaso o pedro é bom rapaz,é pena é não apresentar todas as amigas que ele tem,e isso é imperdoável,é que queiramos quer não existem 7,5 mulheres para cada homem,mas acho que ele está um pouco mais à frente nessa estimativa :)
Portem-se bem e cá vos espero pra irmos até à serra de sintra.
abraços do "Osteichthyes"

vitor disse...

ATE OS COMEMOS CARAGO...