quarta-feira, 28 de abril de 2010

Geo Raid S. Pedro do Sul - O Rescaldo

Finalmente! Peço desde já desculpas por tão grande demora na publicação deste post mas, amigos, tenho tido pouco tempo para dormir quanto mais para publicar o quer que seja.

No Passado dia 10 e 11 de Abril os "atletas" Torpedro, No Flats e Frinxas (Apesar que na representação de outras cores) estiveram presentes em S. Pedro do Sul na primeira prova do Geo Raid Series.

Irei aqui deixar algumas fotos tiradas por mim e pela minha directora desportiva e depois cada um deixa um comentáriozinho a dizer como foi esta experiência.






A próxima prova irá-se realizar na Serra da Estrela nos dias 10 e 11 de Julho. Nunca mais é Julho!!! HEHE

7 comentários:

NO FLATS disse...

Pois é amigos. O post demorou a aparecer mas apareceu.

O Geo raid começou na sexta e logo mal por sinal. O Torpedro quando chegou a minha casa para arrancar-mos trazia uma dor de cabeça que nem conseguia abrir os olhos. Depois de almoçar-mos metemo-nos a caminho... devagarinho.
Entretanto o meu geo-partner depois de tomar das minhas drogas lá lhe passou a dor de cabeça.

Depois de umas horas de caminho chegamos ao hotel onde iria ser o "quartel general" da prova. Já havia movimento mas ainda não era possivel fazer o secretariado. Como iamos ficar hospedados ali, tratamos de fazer o check in e fomos deixar as coisas no quarto.

Quando estavamos a fazer o check in encontramos o amigo Hélder e fomos lanchar numa pastelaria que já conheciamos em S. Pedro do sul.

De volta ao hotel, tratar do secretariado e depois toca de ir à procura de onde jantar. O pessoal estava inclinado para as pizzarias mas a que se encontrou no centro da cidade estava esgotadissima. Lá nos indicaram uma à saída da cidade.

Depois de encontrar-mos a tal pizzaria e esperar, e muito, pelo jantar que por sinal estava muito bom recolhemos aos quartos para descansar que o dia seguinte prometia ser complicado.

O dia amanheceu solarengo mas um bocadinho frio. Enquanto esperava pela partida ainda cheguei a ter frio, mas assim que arrancamos logo me passou.
O primeiro dia foi bastante duro. Pedra... muita pedra, subidas... imensas subidas e muitas descciiidaaaaaaaassssssss... HEHEHE.
Até que iamos a andar bem quando por volta do km 70 a minha roda traseira lembrou-se de berrar. Não sei porquê, mas o eixo ganhou folga. Ainda paramos umas quatro vezes para retirar a folga mas passados 200m estava novamente larga. Visto que aquilo não tinha solução e que ainda estavamos um bocadinho longe para ir a pé, a solução foi seguir assim mesmo.

Daqui até ao final foi sempre a sofrer, não fisicamente mas, psicologicamente. Pois a subir tinha que ir a travar para manter a roda minimamente direita, a direito tinha que travar e a descer tinha que travar e com medo nunca passei dos 25 km/h. Tendo em conta que os últimos 30km eram quase sempre a descer já podem ter uma ideia do tempo que se perdeu.

Finalmente conseguimos chegar ao final. Depois de terminar a etapa, novo problema. Onde arranjar uma roda? Felizmente estavamos em S. Pedro do Sul, terra de boa gente e principalmente terra do amigo Nherf. Logo na linha de chegada prontificou-se a ligar para uma casa de bicicletas da zona. O senhor apesar de já ter a loja fechada foi a loja e levou o mecânico, que tambem já estava em casa, mas nada feito. A roda tinha-se desfeito toda. A roda usa três rolamentos e já lá tinha algumas 30, tal era a quantidade de peças partidas dentro do cubo.

Para fazer o segundo dia o amigo Nherf emprestou-me a roda dele e lá fui eu todo contente outra vez.

No segundo dia a manhã voltou a apresentar-se com sol e fresca mas desta vez já levei menos roupa. Arrancamos e de repente já não via o meu geo partner. pensei: -"Caraças o gajo vai maluco, vou-me fartar de ganir atrás dele". Mas não, foi só para assustar algum concorrente mais distraído, logo na primeira subida deixou-se descair e deixava transparecer que iria ser uma etapa complicada.

Os motores foram aquecendo e até se chegou a andar razoavelmente bem mas a 1h e pouco do fim acabou-se o combustivel ao Torpedro, daí até ao fim foi-se a controlar o que se podia mas mesmo acabamos por perder algumas posições.

Mesmo assim quero aqui salientar que foi uma prova com saldo positivo.

Claro está quero aqui deixar uma palavra de agradecimento ao amigo Nherf que me emprestou a roda para fazer o segundo dia. Sem ele teria sido impossivel concluir a prova e claro deixar também uma palavrinha de agradecimento à minha directora desportiva pela seca e pelas belas massagens. HEHE

Agora venha a Estrela...

Geraldo Brito (Dado) disse...

Alucinante!

Anónimo disse...

This will astonish you!

ZEITGEIST: ADDENDUM

http://www.zeitgeistmovie.com/

Money as debt

http://www.youtube.com/watch?v=vVkFb26u9g8

project camelot magnetic motor

http://www.youtube.com/watch?v=hkgyY47duCM

AMAZING!!

OZONATED WATER: CURE ANYTHING!

http://www.stoptherobbery.com/

Monatomic Gold

http://monatomicgold.co.uk/index.php

TORPEDrO disse...

Como tudo o k tá relacionado com o Geo Raid de S. Pedro do Sul veio tarde, também o meu comentario não poderia chegar a horas, ehehe..

Pois é, cheguei mesmo a pensar em desistir da viagem e k ainda não seria este ano k teria o prazer de pedalar por terras de S. Pedro do Sul. No dia k antecedeu a prova, estava mesmo de rastos, a cabeça a estourar e conseguir conduzir até casa do meu Geo-partner foi uma tortura,mal consegui almoçar, enfim.. estava mesmo todo f*dido.. Mas pronto, no final do dia a coisa lá passou, e amigos.. K ALIVIO!!! E ainda bem, pois o dia de sábado exigiu k todo o corpo estivesse em conformidade com aqueles trilhos, e amigos.. K TRILHOS, só dá mesmo para dizer, UAU!!! Duríssimo o dia de sábado, mas sem dúvida dos mais bonitos por onde já passei!!

No domingo a coisa já foi mais fácil, mas acho k mais dificil é k era impossivel, ehehe.. De qualquer forma, tanto no sábado como no domingo dei o litro, no caso de domingo, pode dizer-se, mesmo até á exaustão, pois aí no km 60 e picos, caí mesmo para o lado!! Sim sim, é isso mesmo, a pilha falhou mesmo. O acumulado de ambos os dias e talvez o ritmo imposto assim o ditaram. Porém, o meu colega de equipa esteve sempre lá quando foi preciso, e nunca é demais enaltecer o espirito de camaradagem k existiu sempre por parte do No Flats, e amigo.. OBRIGADO PELO EMPURRÃO!!

No final, falhamos no ojectivo de vencer a prova (ehehe),de não avariar e de não ter quedas, mas cumprimos os mais importantes: Não nos magoámos e terminámos a prova!!!

Assim, acho k só resta mesmo dizer...
VENHA DE LÁ A ESTRELA!!! :)

FRINXAS disse...

Sempre que me lembro de S Pedro do Sul, só me vem á memória aquela pedra toda. Realmente lindo e duro!!!

De repetir!

Obrigado pelo empurrão???? Segundo o que me foi dito, ele já estava era cheio de te ouvir e quando te empurrou era para te mandar ao chão!!!!:)

NO FLATS disse...

De o ouvir não. Que o rapaz mal falou o fim de semana todo. Certamente precisava da boca para fazer outra coisa... respirar talvez!!! HEHE.

Venha de lá a próxima

BruMau disse...

Epá deixem-se lá de coisas, quem vos viu na Lousã e quem vos viu em São Pedro do Sul. Estão a andar muito bem, contra-tempos acontecem. Na Estrela desforram-se. Parabéns, o mais importante é divertirem-se ;)